• Sua marca tem que ter seu nome?

    Sua marca tem que ter seu nome?

    Postado por: Cláudio Gonçalves - Altera
    Categoria: Dentista de Sucesso

    Vários novos empreendedores procuram o Altera logo que saem das universidades para ajudarmos a montar seus consultórios ou clínicas de maneira estruturada e mais certeira possível. Entre as muitas dúvidas que recebemos, uma das mais comuns é se devem montar uma marca usando seu próprio nome ou se devem trabalhar um nome fantasia.

    Nossa recomendação é que tratem o negócio como algo que vai sobreviver sem a presença deles, ainda que no início isto seja inviável, se não iniciar pensando assim, provavelmente vai ficar o resto de sua vida profissional amarrado a alguns conceitos que deveriam ser passageiros, como por exemplo o velho e surrado: Eu sou o negócio!

    Isto não significa que necessariamente não pode usar o seu nome na marca, mas sim que deve adotar desde o início uma postura educadora e orientar a seus clientes que nem sempre ele vai realizar os procedimentos, que tem uma equipe de valor e que todos podem cuidar cada um dentro de sua especialidade.

    Não há como negar que um nome fantasia pode ajudar e muito a “vender” uma forma de realizar a odontologia, por exemplo, se você chama Humana Odontologia, avisa desde sua fachada que tem uma proposta de atender com empatia, acolhimento e colocando as pessoas em primeiro lugar e claro que isto não vai adiantar nada se não conseguir entregar esta experiência para as pessoas, mas com certeza vai ajudar e muito a gerar um boca a boca positivo se as pessoas encontrarem ligação entre seu nome e sua capacidade de entregar algo diferenciado.

    Assim, não vou fechar a coluna afirmando que ter uma marca fantasia é melhor do que usar o próprio nome. Como tudo na vida é uma questão de adequação e você pode contar com especialistas antes de tomar sua decisão.

    Deixe seu comentário