• Caso clínico Voco: forramento com Ionoseal e utilização do adesivo Futurabond DC e da resina Grandio

    Caso clínico Voco: forramento com Ionoseal e utilização do adesivo Futurabond DC e da resina Grandio

    Postado por: EuAmoOdonto
    Categoria: Saúde/Bem-estar

    Por Dr. Marcelo Balsamo*

    A criação de uma reabilitação resistente e também livre de sensibilidade tornou-se uma realidade na Odontologia e pode ser realizada sem grandes complicações.

    No caso à seguir, podemos observar detalhes que podem de forma segura nos trazer resultados de excelência e que atendam as exigências de nossos pacientes.

    Restaurações diretas em dentes posteriores exigem uma resina composta que faça frente às cargas mastigatórias, para isso usamos no caso descrito o compósito GrandioSO (Voco GmbH).

    GrandioSO, por exemplo, encontra-se na categoria das resinas de nanopartículas e nos oferece uma carga inorgânica de 89% em peso, o que para um dente posterior é mais do que suficiente para gerar a resistência e durabilidade necessárias.

    Em dentes posteriores, um problema encontrado além da necessidade de dureza do material restaurador é a sensibilidade pós-operatória que pode ocorrer em processos adesivos. Para diminuir o risco de sensibilidade, podemos usar forradores ionoméricos como o produto Ionoseal da Voco, utilizado nesta sequência clínica. O produto pode ser aplicado de forma simplificada através de pequenas pontas aplicadoras e não necessita de mistura prévia ao processo de aplicação cavitária.

    Outro procedimento que também evita a sensibilidade pós-operatória é utilizarmos a técnica do condicionamento ácido seletivo do esmalte com ácido fosfórico, aplicando o ácido apenas nas margens de esmalte e utilizando adesivos autocondicionantes como agente de união, aplicados no esmalte previamente condicionado e na dentina ainda intacta. São adesivos menos agressivos à dentina e são de fácil aplicação.

    E, finalmente, como neste caso estamos trabalhando com resina de nanopartículas (GrandioSO), temos também a vantagem da excelente facilidade na manipulação e escultura do material em contato com a estrutura dentária, o qual também apresenta facilidade nas etapas de acabamento e polimento. Essa facilidade se deve ao fato de que as nanopartículas atuam como se fossem materiais pré-polidos, isso devido ao reduzido tamanho em que se encontram. Por isso, polidores de passo único, como as pontas polidoras Dimanto da Voco atendem aos requisitos do material polidor ideal para o material restaurador ideal.

    Para restaurações estéticas diretas de alta qualidade e de grande durabilidade, devemos sempre levar em consideração que materiais de alta qualidade também são necessários.

    Restauração em amálgama a ser substituída por restauração estética
    Restauração em amálgama a ser substituída por restauração estética.

    Cavidade preparada.
    Cavidade preparada.

    Forramento da cavidade com Ionoseal.
    Forramento da cavidade com Ionoseal.

    Condicionamento ácido seletivo em esmalte.
    Condicionamento ácido seletivo em esmalte.

    Aplicação do adesivo autocondionante Futurabond DC em dentina e também no esmalte previamente condicionado com ácido fosfórico.
    Aplicação do adesivo autocondionante Futurabond DC em dentina e também no esmalte previamente condicionado com ácido fosfórico.

    Fotoativação do sistema adesivo.
    Fotoativação do sistema adesivo.

    Restauração da cavidade com a resina GrandioSO.
    Restauração da cavidade com a resina GrandioSO.

    Acabamento e polimento com as pontas Dimanto.
    Acabamento e polimento com as pontas Dimanto.

    Caso finalizado após forramento com Ionoseal e utilização do adesivo Futurabond DC e da resina GrandioSO.
    Caso finalizado após forramento com Ionoseal e utilização do adesivo Futurabond DC e da resina GrandioSO.

    *Dr. Marcelo Balsamo (São Paulo/SP) é Especialista, Mestre e Doutor em Dentística (ACDC Campinas e UNESP-FOSJC) e membro do conselho científico da Revista Dental Press de Estética (SBOE)

    Deixe seu comentário