• Caso clínico: planejamento e execução de reabilitação oral estética

    Caso clínico: planejamento e execução de reabilitação oral estética

    Postado por: EuAmoOdonto
    Categoria: Saúde/Bem-estar

    por Artur Jorge Crispim*

    Paciente do sexo masculino, 50 anos de idade, com agenesia dos elementos dentais 12 e 22, realizou tratamento ortodôntico por aproximadamente 8 anos, e foi liberado para a realização de reabilitação com implantes no setor anterior.

    A partir do estudo do caso, através de radiografias, protocolo fotográfico, planejamento digital, modelo de estudo e enceramento diagnóstico para planejamento reverso, observou-se que o paciente não apresentava as condições anatômicas necessárias para a reabilitação das áreas com agenesia, eque a finalização ortodôntica não proporcionou uma distribuição espacial ideal para execução de uma reabilitação que atendesse os princípios estéticos e as expectativas do paciente.

    O paciente foi informado de tal situação, e foi orientado da necessidade de realizar retratamento ortodôntico para equacionar o problema da distribuição do espaços dentários anteriores, entretanto, o paciente não quis retornar ao profissional ortodontista e realizar o retratamento, optando em realizar próteses parciais fixas cerâmicas com estrutura de zircônia, lançando mão de desgastes compensatórios e técnicas de ilusão ótica na estratificação da cerâmica para melhorar a percepção estética espacial.

    Foi então realizado inicialmente clareamento dental das duas arcadas, os preparos dentários foram executados utilizando fio de afastamento gengival (000) da Biodinâmica para proteção tecidual e com guias de silicone para controle dos desgastes, provisórios imediatos com resina bisacrílica Proviplast, utilizando index de silicona laboratorial executados a partir do enceramento diagnóstico, tendo o cuidado de realizar a cimentação provisória com Provitemp, o qual por ser incolor não interfere na cor final e estética dos provisórios.

    Posteriormente, foi realizada a moldagem dos preparos pela técnica de mistura única e um só tempo com silicone de adição, registro da cor do substrato dos dentes preparados, e a partir do modelo de trabalho foi realizada as estruturas em zircônia das próteses parciais fixas (13-12-11 e 21-22-23) através do sistema CAD/CAM, e após a prova da adaptação das estruturas em boca, foi realizada o registro de oclusão e montagem em Articulador Semi-Ajustável (ASA) dos modelos, e fazendo uso de um index de silicone laboratorial obtido também do enceramento diagnóstico inicial, com o objetivo do controle espacial existente,foi feita a estratificação da cerâmica pelo técnico laboratorial.

    A partir da adoção de um protocolo de trabalho e execução atenta aos mínimos detalhes, foi alcançado uma reabilitação oral com resultado final que não necessitou de ajustesoclusais maiores e aliou saúde, função e estética e proporcionou ao paciente um sorriso com beleza, força e expressão máxima de sua personalidade.

    *Prof. MSc. Artur Jorge Crispim, do Laboratório de Prótese Promag. TPD Marcos Guimarães, TPD Marcelo Sombrio Amaral e APDBraian

    Deixe seu comentário